bio


Andrea May, brasileira-espanhola, é uma artista multimídia, curadora independente e ativista cultural que vem desenvolvendo conceitos de múltiplas expressões e conexões, na sua maioria fundamentada na colaboração coletiva e nas experimentações dos diversos processos de construção da arte. 
Assinando também como May aka Happy Downlady (HD), pesquisa estéticas e técnicas para seu trabalho autoral, a exemplo de infogravuras, ilustrações, projeções e instalações  audiovisuais. Além de realizar curadorias para projetos, editais e instituições culturais.
Graduou-se em 1988 no curso de Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia seguindo para a Alemanha onde estudou como bolsista multiplicador do Goethe-Institut. 
Participou de várias exposições, salões e projetos de relevância destacando-se na Street Art por realizações colaborativas de âmbito nacional, a exemplo da ação nacional ATTACK + (2003). 
Em 2005 foi uma das pioneiras da Art Toy no Brasil, expondo individualmente ou em mostras coletivas por vários estados.
Residiu por 1 ano no Canadá (2009), expôs em Montréal e seguiu em pesquisas até Toronto. De volta ao país, criou os projetos: Atelier Coletivo VISIO., COLLAB e NOISE INVADE. Neles, dedica-se nas especificidades estratégicas para a produção e difusão do “fazer artístico” seja ele analógico ou digital, laboratorial ou expositivo, memorial ou efêmero, tendo sempre como fio condutor a criação livre.
Na música, traz em seu currículo sonoridades eletrônicas/ experimentais com a extinta banda "tara_code"; o duo "luvebox FX" (2008/2016); "I Podrido" (projeto solo) e, a partir de 2017, ao lado de Junix 11, agrega imagens durante o live "AMNIX".


andreariosmay@gmail.com


Andrea May is a multimedia artist, independent curator and cultural activist.
She has graduated in 1988 in Fine Arts at the Federal University of Bahia. Then she went to Germany where she studied a course on multiplier fellow. Upon returning, she participated in several exhibitions, shows and relevant actions highlighting Street Art in collaborative projects nationwide. In 2005 she was one of the pioneers of Art Toy in Brazil, presenting solo and groupe exhibitions in several states.
In the music field, she signs authoral projects in the electronic / experimental line: "tara_code" (extinct) and duo "luvebox FX" (2008-2016), the latter with emphasis on soundtrack and sound design.
Having lived in Canada for 1 year (2009) she has participated in exhibitions and researches on Visual Arts. Back in Brazil, she created and still coordinates the following projects: Collective Atelier VISIO, COLLAB, a place for exchange of processes, and MERCADILHO. Andrea operates as an independent curator and artistic consultant for calls and institutional programs. She currently produces works in infogravura, expography, sound art and video projections.